29 de março de 2017

As Gêmeas do Gelo - S.K. Tremayne


Título Original: The Ice Twins | Autor(a): S.K. Tremayne | Gênero: suspense | Ano: 2016 | Páginas: 362 | Editora: Bertrand Brasil| Skoob
Comprar | Ler um Trecho do Livro

Sinopse: 'Um thriller psicológico aterrorizante perfeito para os fãs de A Garota no Trem
Um ano depois de Lydia, uma de suas filhas gêmeas idênticas, morrer em um acidente, Angus e Sarah Moorcroft se mudam para a pequena ilha escocesa que Angus herdou da avó, na esperança de conseguirem juntar os pedaços de suas vidas destroçadas. Mas quando sua filha sobrevivente, Kirstie, afirma que eles estão confundindo a sua identidade — que ela é, na verdade, Lydia — o mundo deles desaba mais uma vez. Quando uma violenta tempestade deixa Sarah e Kirstie (ou será Lydia?) confinadas naquela ilha, a mãe é torturada pelo passado — o que realmente aconteceu naquele dia fatídico, em que uma de suas filhas morreu?'

Sarah e Angus perderam uma de suas filhas gêmeas idênticas, Lydia. Desde então, o casal tem tentado retomar a vida da forma mais normal possível e, para isso, Angus leva a família para morar em uma ilha que herdou da avó. O cenário lindo e as lembranças felizes que Angus teve no local o fazem acreditar que tudo irá melhorar, mas as coisas começam a se complicar quando Kirstie, a gêmea sobrevivente, começa a afirmar que ela é Lydia e seus pais a estão confundindo.


Eu não compararia "As Gêmeas do Gelo" ao livro "A Garota no Trem", são duas coisas completamente diferentes, mas cada um com seus pontos fortes. Em "As Gêmeas do Gelo" vamos mergulhar nos mistérios de cada personagens e nas paisagens lindas construídas pelo autor.

Li "As gêmeas do Gelo" em Julho de 2016 e o livro foi uma mistura tão grande de sentimentos dentro de mim que não tinha condições ou vontade de fazer a resenha do livro. Em parte a história me surpreendeu bastante, mas por outro lado, o livro não me trouxe nada de novo e o final não era o que eu esperava, ao mesmo tempo que era exatamente o que eu esperava, entendem?
"— Por que você continua me chamando de Kirstie, mamãe? Kirstie está morta. Quem morreu foi a Kirstie. Eu sou Lydia."
Em certo ponto do livro, eu já não sabia mais quem era o que, o que era o quem, de onde era o que ou pra onde vinha o que ia. As coisas começaram a se confundir de uma tal forma que essa bagunça acabou se tornando a melhor coisa do livro. Kirstie (ou Lydia?) é o centro das atenções, é bom prestar bastante atenção no que ela diz.

Apesar do livro não ser bem o que eu esperava, o autor conseguiu fazer com que eu ficasse presa tanto aos personagens quanto as paisagens retratadas no livro. Cada personagem foi bem trabalhado a sua maneira, fazendo com que soubéssemos o essencial deles para ficarmos presos a história e sua loucura pessoal.
"Em todo o lodaçal, o farol de Torran se apagou. Um brilho fraco de prata. E, então, o negrume."
A descoberta do que aconteceu com as gêmeas no fatídico dia que mudou a vida daquela família para sempre também foi muito bem conduzida e considero o ápice do livro. A escrita de S.K. Tremayne apesar de ser simples, consegue nos transportar para a atmosfera de terror, angustia e dor que Sarah e Angus sentiram quando perdera uma de suas filhas e, a partir dai, começamos a entender tudo o que se passa no livro até aquele ponto.

"As Gêmeas do Gelo" nos deixa sem algumas respostas, mas os segredos da família são quase todos revelados. Não se culpe se você não conseguir entender muita coisa até perto do desfecho do livro, S.K. Tremayne guardou o melhor para o final.

_ _ _ _


Pseudônimo do autor Sean Thomas, S. K. Tremayne é um romancista best-seller, premiado escritor de viagens, e um contribuidor regular de jornais e revistas ao redor do mundo. Nasceu em Devon, vive agora em Londres.





Comente com: ou

0 comentários:

Postar um comentário

 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo