31 de janeiro de 2015

Não Voltarás - Hans Koppel











Autor(a): Hans Koppel | Gênero: Thriller | Ano: 2014 | Páginas: 294  | Editora: Verus


Sinopse: "Mike Zetterberg vive com a esposa Ylva e a filha do casal numa pequena cidade praiana na Suécia. Uma noite, Ylva não volta para casa depois do trabalho. Mike acredita que ela só foi tomar um drinque com as amigas, mas, quando ela não aparece na manhã seguinte, ele começa a se preocupar. 
Enquanto Mike lida com as suspeitas da polícia e com o próprio desespero, ele nem desconfia de que sua esposa está viva e a apenas alguns passos de casa, presa num porão do outro lado da rua, atraída para uma trama horripilante de punição e vingança. Uma câmera de vigilância lhe permite ver sua família pela tela da TV. Eles não podem vê-la — e certamente não podem escutar seus gritos desesperados de socorro...
Não voltarás é um livro eletrizante, que vai prender os leitores da primeira à última página."


"Não Voltarás" é o tipo do livro que te prende desde a primeira página, assim como diz na sinopse. Adoro Thriller e livros policiais, quando vi que se tratava de algo que eu gosto, tratei logo de começar a ler e não consegui parar até descobrir o que estava, realmente acontecendo.

Ylva é sequestrada por algo que fez quando era adolescente e durante todo o livro, você acha que Ylva não merece nada do que esta acontecendo com ela. Ninguém deveria ser mantido em algum lugar contra a sua vontade e sofrer violência tanto física quanto psicológica como Ylva sofre durante todo o livro, mas quando você descobre o que ela e os amigos fizeram na adolescência, te faz pensar se ela não mereceu mesmo o que acontece com ela.
"Mike olhou de relance para a rua e se perguntou se deveria ligar para Ylva, afinal. Saber se ela estava vindo para casa para jantar. Mas decidiu não ligar. Por razões táticas. Não por ser orgulhoso."
Ylva é uma das grandes culpadas pela tragédia na vida de seus sequestradores. Ela foi omissa, ruim, maldosa, uma verdadeira vadia e seus amigos também. Síndrome de Estocolmo a parte, Ylva é mantida em cativeiro por mais de um ano enquanto seu marido continua a viver a trancos e barrancos, sendo, aos olhos dos outros, o único culpado pelo desaparecimento e morte de Ylva.

Confesso que, normalmente, consigo adivinhar o final dos livros policiais lá pelo terceiro ou quarto capítulo, mas Hans conseguiu me surpreender com os capítulos finais como nenhum outro livro policial. O que se espera, é que Ylva saia ou que alguém a descubra em seu cativeiro e tudo fique bem de novo com Mike e sua filhinha, mas o autor tem muitos outros planos para eles.
"Aqueles que experimentaram a dor e a perda, e que foram confrontados com a incerteza dos que os rodeiam, muitas vezes dizem que o mais importante não é como os outros reagiram, mas o fato de que reagiram. Não importa como."
Uma coisa que fiquei me perguntando o livro todo, era pra que servia o personagem de Calle Collin, um jornalista meio fracassado, meio sortudo que fica as voltas com seu amigo Jörgen Petersson que sofreu muito Bulying da "Gangue dos Quatro" a qual Ylva fazia parte. Calle chega a duvidar da inocência do seu amigo durante o livro, mas ele é uma grande peça, alguém que poderia ter evitado muita coisa caso a policia tivesse lhe dado ouvidos.
"Não importava o que acontecesse, aquele seria seu último dia no cativeiro."
"Não voltarás" tem uma narrativa leve e intrigante que te leva facilmente pelos capítulos em uma busca incansável pela verdade e os segredos de cada personagem.

28 de janeiro de 2015

E Se Eu Fosse Uma Celebridade?

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots. Um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Ser uma celebridade seria um problema para mim. Admiro muitas pessoas, mas umas pela beleza, outras pelas ações, outras ainda por serem muito legais, então, dividi essa Blogagem Coletiva em Três categorias.



1 - Beleza.
Se eu fosse escolher ser uma celebridade só por ser linda, seria Isis Valverde. 
Sério, se eu não fosse eu, queria ser Isis Valverde, apesar de que em todos os outros aspectos, a acho um pouco sem sal, inclusive em relação a atuação.





2 - Talento e Estilo
Quer alguém mais estilosa e com mais talento que Lady Gaga!? Eu também poderia citar Demi Lovato, mas ai seria uma grande briga interna pra escolher uma das duas.





3 - Personalidade.
Uma celebridade linda e muito legal é Robert Downey Jr. (ME JULGUEM). Além de ter uma ótima personalidade, Robert passou por muitas coisas e agora é uma ótima pessoa, apesar de ter discursos ininteligíveis.
Já sou linda como Isis Valverde, talentosa como Lady gaga e  legal como Robert Downey Jr. O mundo agora é meu!





Agora, já podem me odiar, sou linda como Isis Valverde, Legal como Robert Downey Jr e estilosa como Lady Gaga, mas e você? Qual celebridade gostaria de ser?

24 de janeiro de 2015

Divulgue a Andross Editora e Ganhe Livros!


A Andross Editora é nossa parceira e no mês de janeiro está promovendo uma parceria para divulgar suas coleções e presentear os leitores.

Basta divulgar a imagem abaixo nas redes sociais junto com o texto que está nesse link . Não esqueça de ler as regras de participação com atenção. A cada cinquenta compartilhamentos você ganha um livro, cem compartilhamentos ganha dois livros e assim por diante.


A data limite para participação é  25/01/2015. Não deixe de ler as regras e participar!

21 de janeiro de 2015

Eu Nunca - Sara Shepard











Autor(a):Sara Shepard | Gênero: -- | Ano: 2014 | Páginas: 288 | Editora: Rocco

The Lying Game # 02

Resenha saindo mais que atrasada, mas antes tarde do que nunca, não é mesmo? Não

"Eu Nunca" é o segundo livro da Série The Lying Game e Emma ainda vive a vida de sua irmã gêmea e continua sua caçada por quem possa ser o assassino de Sutton e, a cada passo que Emma dá, todos os amigos de Sutton, inclusive sua irmã Laurel, parecem um possível culpado, cada um com seus motivos para terem a assassinado.
" Emma ouviu os sons do corredor, um vaso sanitário, a coleira de Drake tilintando, e mais nada."
Assim como o primeiro livro, Sara Shepard te leva num mundo de mistérios e dúvidas, cada personagem parece cada vez menos confiável e através de uma narrativa leve e corrida, você devora o livro atrás de mais pistas e quando você acha que vai desvendar algum dos mistérios, você fica ainda mais confuso com as novas revelações que Sara Shepard  joga a cada capítulo.

Com o desenrolar da história, descobrimos que durante um dos jogos da mentira uma das "Gêmeas do Twitter" acabou se machucando e foi parar no hospital. Mas, como ela se machucou? O que aconteceu para ela ir ao hospital? A culpa foi mesmo de Sutton? E o que ela fez para isso? Mesmo sabendo que foi um grande trote na linha do trem, o livro não nos conta claramente o que aconteceu depois que Sutton tirou o carro dos trilhos, nem como uma das gêmeas se machucou.
"Quem é você? Emma desejou poder perguntar aos meninos das fotos. Por que você foi embora? Por que, cada vez que vejo uma foto sua me dá calafrios?"
Por esses e outros motivos, você não consegue parar de ler, você quer mais, quer devorar mais, saber mais, descobrir quantos segredos uma adolescente pode guardar e quando você percebe, o livro já acabou e você deseja o próximo como nunca desejou outro livro.

O terceiro livro da série chama-se "Duas Verdades e Uma Mentira" e promete nos surpreender ainda mais com os segredos de Sutton e a investigação de sua irmã Emma.


18 de janeiro de 2015

1 Página de Cada Vez - Adam J. Kurtz #2










Autor(a): Adam J. Kurtz | Gênero: --| Ano: 2014 | Páginas: 368| Editora: Pararela

Descrição: "Leitores de 'Destrua este Diário' irão adorar este livro. “Pense em alguma coisa que deixa você inseguro e escreva o que é em letras enormes. Use o espaço todo! Olhe bem para o que você escreveu. Agora vire a página.” No seu primeiro livro, o artista gráfico americano Adam J. Kurtz usa provocações divertidas como esta para fazer o leitor refletir sobre sua vida ao mesmo tempo em que testa a própria criatividade. Como o título diz, cada página traz uma brincadeira diferente. Pode ser uma pergunta, uma sugestão de desenho ou um pedido para que você crie uma lista de músicas para seu amor verdadeiro ou das melhores fatias de pizza que comeu na vida. O autor também pede para o leitor colar objetos inusitados nas páginas do livro e compartilhar nas redes sociais algumas das anotações feitas nele. Uma maneira espirituosa e lúdica de buscar o autoconhecimento."

Esse é meu segundo post sobre esse livro maravilhoso! Não andei muito desde a ultima vez que postei por aqui. É dificil ser criativa 100% do tempo ou sempre que eu pego no livro. Não é sempre que eu estou com paciência para desenhar e colorir, principalmente com o calor que tem feito nesse Brasilzão e o tempo é outro fator que não tem contribuído para que eu avance com o livro.



















Como dá para ver, são atividades que fiz ainda no comecinho de Dezembro e, olha, ADORARIA mandar um e-mail assim para certas pessoas, viu? Valesca Popozuda <3


Quando eu vi que precisava desenhar dois quadrados nessa página não pensei em outra coisa além das redes sociais que eu uso para divulgar o que faço com "1 Página de Cada Vez" e, mesmo que não sejam quadrados perfeitos, gostei muito de como ficaram.


Não selecionei todos os sentimentos, até porque não me sentia assim quando precisei marcar, mas adicionei coisas que eu achava que estavam faltando e eu sei que tenho que continuar me esforçando muito!

E vocês, o que andam fazendo no seu "1 Página de Cada Vez"? Me contem aqui embaixo que eu vou adorar ver o que vocês adam aprontando!

15 de janeiro de 2015

7 Dicas "Do Contra"

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots. Um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Esse é um MEME lá do ROTAROOTS que consiste em dar sete dicas do contra sobre coisas que você não gosta e quer dar dicas contra aquilo.

1 - Outback - Quem gosta de Outback gosta de ser maltratado neh? Nunca vi um restaurante com um atendimento tão lento, ruim e mal educado, fora que dependendo do lugar, você só pode pedir comida até uma certa hora, já que a cozinha fecha, então você tem que pedir tudo de uma só vez. Por favor, ignore o Outback.

2 - Game of Thrones - Quer ver uma série legal, não veja GOT. Game of Thrones já foi bem legal, não sei o que aconteceu depois, ou perdeu a magia ou perderam a mão mesmo. Blergh!

3 - Carnaval - É alegria, festa, diversão, só que não! ODEIO carnaval! É bagunçado, barulhento, quente, suado e perigoso acima de tudo. Fora que o país para pra "ver" o carnaval e nada acontece até que o carnaval acabe.

4 - Fazenda - Por que ir pro mato se você pode escolher a praia? Nunca vou entender gente que gosta de fazenda/montanhas. É bem CHATO, esqueçam a fazenda!

5 - Kit Kat - Que graça vocês veem nesse chocolate mole e sem gosto? BIS é vida, BIS é chocolate! Não comam Kit Kat, não tem graça.

6 - IPhone - Não gosto de IPhone, tudo é pago, tudo é cool, tudo é diferente, mas nada funciona direito num IPhone

7 - Coisas Gourmet - Sério, tudo hoje em dia é exatamente igual ao que era antes só que vinte e seis vezes mais caro porque o nome "Gourmet" vem depois do nome de qualquer coisa. Tapioca, pudim, brigadeiro, salada, tofu... Não interessa se é exatamente igual ao que era antes, sendo Gourmet é melhor, só que não é. Não comprem coisas Gourmetizadas!


Essas foram as minhas dicas do contra, quais são as suas?


13 de janeiro de 2015

Jardim Secreto - Johanna Basford













Autor(a): Johanna Basford | Gênero: -- | Ano: 2014 | Páginas: 96  | Editora: Sextante

Sinopse: Faça um passeio por estes lindos jardins e se aventure em uma caça ao tesouro tão fascinante que todos os seus problemas ficarão para trás. As ilustrações ricas em detalhes estão só esperando por você para ganhar vida. Divirta-se procurando as diversas criaturas escondidas nestas páginas. Complete os espaços em branco, escolha suas cores preferidas, faça seus próprios esboços e crie um universo deslumbrante onde não há lugar para o estresse. Jardim secreto é um livro para todas as idades, que nos permite esquecer as adversidades do dia a dia através dos desenhos e que busca trazer à tona o artista que existe em cada um de nós.

Quando vi o nome do livro pipocando por ai, achei que se tratava daquele clássico da literatura inglesa sobre duas crianças solitárias que decidem restaurar um jardim proibido, mas aos poucos, começaram a sair mais imagens e notícias sobre o livro e eu vi que não era nada sobre o livro clássico e sim, um maravilhoso livro de colorir para adultos.


Fui atrás de mais imagens e informações sobre o livro e me apaixonei pelos diversos desenhos com mil detalhes e o que me chamou mais a atenção é que Johanna desenhou tudo a mão, cada detalhe, cada pétala e galho de planta, ela fez tudo a mão e eu aqui sem desenhar o Ó com o fundo do copo.

O livro fez tanto sucesso que estava esgotado em duas livrarias que procurei. Consegui encontrar na FNAC com um preço um pouco superior aos outros, R$29,90, mas paguei com muito gosto e tenho que dizer que cada centavo gasto nesse livro valeu muito a pena.


O melhor de "Jardim Secreto" é a possibilidade de pintar a capa do livro, já que o lápis de cor fica bem visível no material usado na capa. Se vê que a editora e a autora se preocuparam muito com o material em que o livro seria impresso, tanto as capas quanto seu interior. As folhas internas são de bem grossas e as cores dos lápis ficam muito vivas e se você mantem os lápis com uma ponta bem fininha, é possível fazer detalhes incríveis.

É claro que existem pessoas que não sabem brincar não tem limite de criatividade e destreza e conseguem fazer pinturas PERFEITAS como as que seguem:

Rosana Penze
Rosana Penze
Ana Paula Pinto


Durante a pintura, você encontra diversos animais escondidos pelos desenhos extremamente detalhados do livro e ainda desvenda detalhes que a primeira vista não se percebe. A cada página colorida, "Jardim Secreto" se mostra ainda mais complexo, perfeito e incrível.

Eu sempre gostei mais de colorir do que desenhar e "Jardim Secreto" veio libertar o meu lado criança sem que eu tenha que me sentir envergonhada por isso. Johanna é uma mestre do desenho a mão e uma genia ao lançar um livro de colorir para adultos que te leva a um novo patamar do relaxamento e distração sem culpa.

http://www.folha.uol.com.br/


Aconselho a todos que comprem e deixem a criatividade fluir. Colorir nunca foi tão interessante.

8 de janeiro de 2015

TAG: The Liebster Award



O Blog Simplesmente Isy me indicou para responder a TAG: The Liebster Award que ajuda a divulgar blogs com menos de 200 seguidores. Obrigada, Isy! <3

Regras:
Escrever 11 fatos sobre você;
Responder as perguntas de quem te indicou;
Indicar de 11 a 20 blogs com menos de 200 seguidores;
Fazer 11 perguntas para quem te indicar;
Colocar uma imagem que mostre o Selo Liebster;
Linkar quem te indicou.


Onze fatos sobre mim:
  1. Amo Gatos;
  2. Odeio Literatura Fantástica;
  3. Tenho blogs desde 2004;
  4. Posso contar meus amigos em uma só mão;
  5. Adoro jogar RPG;
  6. Escrevi FanFics por cinco anos;
  7. Adoro dirigir;
  8. Odeio academia;
  9. Queria fazer uma tatuagem, mas tenho medo de enjoar dela;
  10. Minha rede social preferida é o Twitter;
  11. Amo Robert Downey Jr. <3

Respostas:
  1. Como você escolheu o nome do seu blog?
    O nome foi pra divulgar meu livro, mas acabou virando outra coisa!
  2. Qual seu maior sonho?
    Terminar e publicar meu livro
  3. Qual seu livro ou série de livros preferido?
    Para onde ela foi; PLL; Jardim Secreto; (Pode mais de um?)
  4. Você acha que o livro é sempre melhor que a adaptação Cinematográfica?
    Sempre! haha
  5. O que você faz quando falta inspiração na hora de escrever?
    Eu vou jogar RPG ou algum jogo online pra me distrair e esperar a inspiração voltar.
  6. O que você faz quando ninguém está olhando?
    Deito no sofá com as pernas pra cima
  7. Se pudesse escolher um super poder qual seria?
    Invisibilidade.
  8. Quando você está com ressaca literária como lida com isso?
    Sofro. Mas, tento começar outro livro pra não ficar sofrendo sem fim!
  9. Qual personagem ( de todos os lugares) seria seu melhor amigo?
    Florence de "A Menina Que Não Sabia Ler".
  10. Uma pergunta que você gostaria de responder, mas não está aqui.
    Qual adaptação Cinematográfica ficou tão boa quanto o livro?
  11. Cite 11 pequenas coisas que te fazem sorrir.
    Sair, beijar a barriga dos meus gatinhos, acordar e ter um gatinho no meu travesseiro, abraços, comer sorvete, ver novela com a minha mãe, cozinhar, jogar Candy Crush Soda, comer quando estou com fome, DORMIR!

As minhas perguntas são as mesmas que eu respondi, que são ótimas!

Blogs indicados:

6 de janeiro de 2015

O Jogo da Mentira - Sara Shepard













Autor(a):Sara Shepard | Gênero: -- | Ano: 2013 | Páginas: 296 | Editora: Rocco

"The Lying Game #1"

Sinopse: O jogo vai começar. Primeiro volume da nova série da autora de Pretty Little Liars, que ficou mais de 50 semanas no ranking do The New York Times e vendeu mais de cinco milhões de exemplares, O Jogo da mentira acompanha a história de duas gêmeas separadas ao nascer e unidas por um misterioso assassino. Com uma trama ainda mais intrincada e sombria, que tem início quando Emma resolve trocar de lugar com a irmã, a série repete a trajetória de sucesso de PLL, com um enredo repleto de suspense, intrigas e reviravoltas de tirar o fôlego, e uma bem-sucedida adaptação para a TV.

Sara Shepard é uma mestre do suspense adolescente e consegue criar personagens incríveis, instigantes, complexos e, muitas vezes, controversos. Sara também escreveu a série de grande sucesso Pretty Little Liars que eu amo e, apesar de não ter muito tempo para ver a série ou ler todos os livros, Pretty Little Liars me ganhou assim que li o primeiro livro, a série também é ótima apesar de ser bem diferente dos livros e eu não consigo decidir qual é melhor, os livros ou a série! Mas então, descobri The Lying Game e corri atrás dos livros e da série para dar uma checada e ver se era mesmo bom para acompanhar.

The Lying Game não é tão diferente de Pretty Little Liars, meninas ricas, segredos, mentiras e mansões, mas o diferencial é que o livro é focado somente em Emma e sua irmã Sutton, ao invés de ter um capítulo para cada menina como em Pretty Little Liars. Emma foi abandonada pela mãe e passou por diversos lares adotivos até encontrar um lar um pouco estável até chegar a maioridade, o problema é que seu irmão adotivo inventa uma brincadeirinha que muda completamente a vida de Emma.
"Por mais que Emma pensasse sobre isso, ela não conseguia acreditar que tinha uma irmã gêmea separada dela há muito tempo"
Devido a brincadeira, Emma descobre que tem uma irmã gêmea perdida em algum lugar chamada Sutton Mercer e, pelo que parece, ela está morta. Sem pensar muito, Emma se lança atrás da irmã perdida para tentar entender o que aconteceu e acaba no lugar de sua irmã que tem uma família aparentemente perfeita, com muitos amigos e um namorado que a ama, tudo o que Emma sempre sonhou ter, Sutton tinha em dobro.

Um dos pontos altos do livro, é o chamado "Jogo da Mentira" onde Sutton e suas amigas fazem brincadeiras macabras e assustadoras umas com as outras e com outras pessoas também, que lhe renderam bons inimigos e qualquer um deles pode ser responsável por sua morte.

O livro tem narração de Emma e de Sutton quase ao mesmo tempo e, conforme as páginas são viradas, segredos absurdos sobre a família de Sutton e seus amigos são descobertos, mas ao mesmo tempo nada parece ser verdadeiro e se tem uma coisa que eu gosto em livros, são segredos complexos e dúvidas.
"Um rangido soou do lado de fora da porta. Emma congelou e inclinou a cabeça. Um grito surgiu no andar de baixo da festa. O telefone celular de alguém tocou. Ela se esforçou para ouvir todos os sons que estavam perto, cada terminação nervosa formigando."
Ainda não sei o que pensar sobre o livro, só quero saber o que aconteceu com Sutton. Sabemos que está morta, pelo menos é o que parece, mas quem a matou? Por que? Como? Onde está seu corpo? Todas essas perguntas me deixam com ainda mais vontade de ler a continuação.


3 de janeiro de 2015

TOP 5: Livros Para Ler Em Janeiro


Paixão ao Entardecer - Lisa Kleypas
Sinopse: Mesmo sendo uma família nada tradicional, quase todos os irmãos Hathaways se casaram, até mesmo Leo, que era o mais avesso a essa ideia. Mas para a caçula Beatrix, parece não haver mais esperança. 
Dona de um espírito livre, apaixonada por animais e pela natureza, Beatrix se sente muito mais à vontade ao ar livre do que em salões de baile. E, embora já tenha frequentado as temporadas londrinas e até feito algum sucesso entre os rapazes, nunca foi seriamente cortejada, tampouco se encantou por nenhum deles. 
Mas tudo isso pode mudar quando ela se oferece para ajudar uma amiga. 
A superficial Prudence recebe uma carta de seu pretendente, o capitão Christopher Phelan, que está na frente de batalha. Mas parece que a guerra teve um forte efeito sobre ele, e seu espírito, antes muito vivaz, se tornou bastante denso e sombrio. 
Prudence não tem a menor intenção de responder, mas Beatrix acha que ele merece uma palavra de apoio – mesmo depois de tê-la chamado de estranha e dito que a jovem é mais adequada aos estábulos do que aos salões. Então começa a escrever para ele e assina com o nome da amiga. Beatrix só não imaginava o poder que as palavras trocadas teriam sobre eles. 
De volta como um aclamado herói de guerra, Phelan está determinado a se casar com a mulher que ama. Mas antes disso vai ter que descobrir quem ela é. 


Morte Invisível - Lene Kaaberbøl
Sinopse: Em meio às ruínas de um hospital militar soviético no norte da Hungria, Pitkin e Tamás procuram antigos suprimentos e armas que possam vender no mercado negro, até que acabam encontrando algo mais valioso do que poderiam imaginar. 
Ali está a esperança dos meninos ciganos de deixar a pobreza, de quitar as dívidas da família, quem sabe de se livrar um pouco do preconceito que sofre o seu povo. Porém, suas boas intenções podem provocar a morte de um número alarmante de pessoas.







Uma casa no meio do caminho - Barry Martin.
Sinopse: Um enorme shopping estava prestes a ser construído na cidade americana de Seattle, mas no meio do terreno havia a casinha de Edith Wilson Macefield, uma velhinha durona que estava decidida a não arredar pé dali. Quando o responsável pela obra, Barry Martin, foi conversar com ela, todos acreditaram que iria convencê-la a mudar de ideia. Mas estavam redondamente enganados.
Nesta emocionante e singela história real — que serviu de inspiração para uma campanha de divulgação do filme Up: Altas aventuras —, Barry conta como nasceu a inusitada amizade entre ele e Edith, e as lições de vida que aprendeu com ela.






Amaldiçoado - Joe Hill
Sinopse: Ignatius Perrish sempre foi um homem bom. Tinha uma família unida e privilegiada, um irmão que era seu grande companheiro, um amigo inseparável e, muito cedo, conheceu Merrin, o amor de sua vida. Até que uma tragédia põe fim a toda essa felicidade: Merrin é estuprada e morta e ele passa a ser o principal suspeito. Embora não haja evidências que o incriminem, também não há nada que prove sua inocência. Todos na cidade acreditam que ele é um monstro. Um ano depois, Ig acorda de uma bebedeira com uma dor de cabeça infernal e chifres crescendo em suas têmporas. Além disso, descobre algo assustador: ao vê-lo, as pessoas não reagem com espanto e horror, como seria de esperar. Em vez disso, entram numa espécie de transe e revelam seus pecados mais inconfessáveis. Um médico, o padre, seus pais e até sua querida avó, ninguém está imune a Ig. E todos estão contra ele. Porém, a mais dolorosa das confissões é a de seu irmão, que sempre soube quem era o assassino de Merrin, mas não podia contar a verdade. Até agora. 
Sozinho, sem ter aonde ir ou a quem recorrer, Ig vai descobrir que, quando as pessoas que você ama lhe viram as costas e sua vida se torna um inferno, ser o diabo não é tão mau assim. Joe Hill, autor de A estrada da noite e Nosferatu, já foi aclamado como um dos principais novos nomes da ficção fantástica. Em Amaldiçoado, o sobrenatural é pano de fundo para uma história de amor e tragédia, de traição e vingança. Um livro envolvente, emocionante e cheio de suspense que nos leva a refletir: em matéria de maldade, quem é pior, o homem ou o diabo? 


A Música do Silêncio - Patrick Rothfuss
Sinopse: Considerada a meca do conhecimento, a Universidade atrai as mentes mais brilhantes que buscam desmistificar os mistérios das ciências iluminadas, como feitiçaria e alquimia. Porém, bem abaixo de seus lotados corredores existe um complexo de quartos abandonados e passagens antigas. No coração desse labirinto cavernoso encontra-se uma jovem mulher chamara Auri, que chama este local de lar.
Ex-estudante da Universidade, Auri agora gasta seu tempo cuidando do mundo ao seu redor. Ela sabe que alguns mistérios devem permanecer selados. Agora que não se deixa enganar pela racionalidade cega que àqueles que vivem acima dela confiam, Auri vê além da superficialidade das coisas e enxerga os perigos sutis e os nomes escondidos das coisas.

1 de janeiro de 2015

Quinze Coisas Para Ser/Fazer em 2015



Em 2014 fiz o post "14 Coisas Para Fazer em 2014" e não cumpri nem metade delas. Algumas por não ter tempo, outras por não ter dinheiro e outras por desistir no meio do caminho, mas não é como se eu me arrependesse do que não fiz. Na verdade, acho que 2014 foi um ano e tanto, mesmo que eu não tenha conseguido tudo o que eu queria.

Só consegui alcançar cinco das 14 metas de 2014, mas acho que vou levar algumas para 2015 como o meu livro e me exercitar mais. Mesmo não cumprindo as metas, eu li mais de 15 livros, aprendi a desenhar um pouco melhor, aprendi a usar novas redes sociais, a cozinhar pratos diferentes, joguei mais video-game e ainda estou tentando me estressar menos.

Para 2015 eu quero:

1 - Terminar e Publicar meu livro (independente da forma);
2 - Ser menos estressada;
3 - Alcançar o peso ideal;
4 - Escrever mais para o Blog;
5 - Ter mais paciência;
6 - Cozinhar mais;
7 - Me mudar (Sim, de novo);
8 - Abrir meu próprio negócio;
9 - Pintar e desenhar mais;
10 - Ler trinta livros;
11 - Viajar para algum lugar;
12 - Ir mais ao cinema/Shows;
13 - Me exercitar mais;
14 - Publicar mais ficções;
15 - Ser Feliz Acima de Tudo em 2015!

-
 
© LuMartinho | 2015 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo